Autor
João Salvador Marques

Encenação
Mauro Corage

Direcção de Actores
Mauro Corage

Figurinos
David Silva

Interpretação
Ciro Fernandes, David Silva, Filipa Silva, Raquel Cipriano, Raquel Cassule

Sinopse
Um verdadeiro espelho das virtudes das gentes do Ribatejo, honrada, leal e trabalhadora.

Autor
Autor dramático, jornalista, ensaiador teatral e empresário. nasceu em Alhandra, a 9 de Julho de 1844.

O teatro seduziu-o desde rapaz, quando ele expandia o seu entusiasmo e alegria nas récitas de amadores. Ele próprio entrou em várias peças interpretando papéis de especial recorte, exteriorizando um extraordinário poder de interpretação nos personagens que lhe eram confiados.

Com alguns amigos fundou um Teatro (actual Teatro Salvador Marques), a que os habitantes de Alhandra deram o nome de “Salvador Marques”.

Dos seus originais, alguns alcançaram retumbante sucesso; porém, aquele que atingiu uma projecção significativa no campo teatral foi a peça «Os Campinos».

Esta obra foi representada por amadores de Alhandra, pela primeira vez no seu (já extinto) Teatro Thália – inaugurado a 26 de Março de 1865 – na noite de 12 de Julho de 1873.

Foi tão notável o êxito e repercussão da estreia desta obra que, a valiosa peça transitava para o Teatro do Gimnásio de Lisboa, voltando ao palco, logo no ano seguinte (em 4 de Janeiro de 1874), para ser interpretada, desta vez, por grandes figuras da arte de Talma, como o foram os Irmãos Rosas, Leopoldo de Carvalho, Emília dos Anjos, Maria das Dores e outros.

No Teatro Salvador Marques, a peça “Os Campinos” foi apresentada pela primeira vez a 23 de Março de 1913, em benefício dos Bombeiros Voluntários de Alhandra.

Data de Estreia
17 de Março de 2007, CURPIFA – Alhandra, inserido nas Comemorações do Centenário da Morte de Salvador Marques

Produção
Teatro do Zero, 1ª Produção